Dez Livros Que Todo Homem De Negócios Que você deve Ler 1
Negócios

Dez Livros Que Todo Homem De Negócios Que você deve Ler

Pois que desde que o homem inventou a escrita -o registro gráfico da palavra – independente do idioma e do suporte – constituiu-se como o principal instrumento de armazenamento e difusão de conhecimentos. Em um papiro ou um iPad, ideias circulam, pensamentos se renovam, teorias fundamentam-revoluções.

Aparece a rádio, a TELEVISÃO, a Web, mudamos a forma em que lemos e o termo “texto” ganhou uma multidão de significados. Todavia nunca, o livro, deixou de existir. Hoje em dia, poderá ser de papel – novo ou antigo – ou em uma plataforma digital, o Computador, o Kindle, iPad ou até mesmo um smartphone. Apesar da leveza, o livro continua a cumprir a tua atividade no pensamento e registra a história, pra que tudo chegue aos outros. Dada esta importancia, decidiu-se produzir uma listagem de informações feitas por profissionais de diferentes setores do universo dos negócios, nossa equipe e nossos leitores, a partir do Facebook e Twitter.

Declaração de Stephen Kanitz, mestre em Administração de Organizações pela Escola de Harvard e autor da coluna Ponto Desfecho, pela revista de Administradoras. 2.Blink: Inteligência intuitiva, pelo que sabemos da verdade em dois segundos, de Malcolm Gladwell, que é bem como autor de “O ponto da virada” e “Fora de série”. Já que bem, para obter mais dicas, por favor, leia o livro.

É uma recomendação de Silvia Generali, professora da Ufrgs e autora do livro Psicologia Aplicada à Administração. Gustavo Cerbasi é administrador, consultor financeiro e autor do best-seller “casais inteligentes enriquecem juntos”, publicado em 2009 e eleito pela revista Época como um dos cem brasileiros mais influentes.

Howard Schultz mudou a minha forma de olhar as comunicações empresariais. Eu o entrevistei há alguns anos, realizando a revisão da transcrição e me dei conta de que não usou em nenhum instante a expressão “café”. A Schultz ama café, porém tua extenso paixão é formar um local de trabalho que faça com que as pessoas se sintam bem e uma cultura que recompensa os serviços de atendimento mais excepcionais.

Há uma diferença entre o objeto que vende e o que esse objeto representa. Schultz nos lembra que a paixão é tudo”, relata Carmine Gallo. Marcos Hiller é coordenador do MBA em Gestão de Marcas da Trevisan Faculdade de Negócios e colunista de administradores.

  • Obra civil (módulos)
  • 2 Carreira política 2.1 Início
  • quatrorze Observar bem como
  • 1 Legislação peruana de pisco
  • Brauer, Carl. John F. Kennedy and the Second Reconstruction (1977)
  • Hyperion Solutions Corporation (agora Oracle)

Conversamos, discutimos, discordamos, concordamos e chegamos a dois títulos, que deixamos por aqui as nossas sugestões de leitura indispensável. Publicado nos anos 80, o livro colocou o nome de Michael Porter de modo definitiva na listagem dos principais pensadores do management mundial e é a base dos estudos que compõem os seguintes obras.

“Vantagem competitiva é a venda” é “A vantagem competitiva das nações”. Um livro excelente que reúne os principais estudos a respeito da estratégia que se tem feito no mundo, desde a antiguidade até nossos dias. Uma obra que escapa às receitas usuais, sem deixar de ser didático.

O livro é uma ferramenta primordial para os estudantes de administração e cada pessoa interessada em entender o que de fato é ser estratégico. Entre os torcedores que temos no Twitter e Facebook, os 2 livros mais citados foram “a arte da disputa”, de há boatos Tzu, e “o monge e O executivo”, de James C. Hunter.