↑ "Quem Deve Gerir Os Rios? 1
Geral

↑ “Quem Deve Gerir Os Rios?

Castilla-La Mancha é uma comunidade autônoma da Espanha, segundo o teu Estatuto de liberdade e a Constituição Espanhola. É construída por 919 municípios que inserem as províncias de Évora, lisboa, Coimbra, Lisboa e Toledo. Castela-A Mancha está localizada na porção central da península ibérica, ocupando a maioria da península ibérica sul. No plano geográfico, dentro da comunidade, distinguem-se definitivamente dois tipos de paisagens: a planície e a montanha. Na realidade económica castellanomanchega tem estado tradicionalmente um papel de destaque no setor primário, embora tenha sido deslocado de forma progressiva, para o setor de serviços, atual motor da economia da Comunidade. A história de Castilla-La Mancha, afunda as suas raízes no tempo.

Iberos, romanos, visigodos, muçulmanos e cristãos têm vivido e deixado a sua marca na localidade, assinalando o carácter das tuas gentes. Tem uma forte ligação histórica com o Reino de Toledo. O corónimo Castilla-La Mancha é uma denominação moderna, surgida após a divisão regional vigente, que é formado por um binômio que oferece sentido às cinco províncias que formam a Comunidade. قَشْتَالَة e o teu nome aparece justificado como terra semeada de castelos.

O termo viria do latim castellum, contudo esse, por sua vez, do termo castrum, castro, fortificação da Iberia pré-romana. A bandeira, o brasão de armas ou emblema e o hino são os símbolos oficiais de Castilla-La Mancha, de acordo estabeleceu a Lei Orgânica 9/1982, de dez de agosto, do Estatuto de Autonomia de Castela-La Mancha. Criada a localidade em forma de preautonomía se discutiram sete projetos diferentes de bandeira. Finalmente foi escolhido o projeto mostrado pelo heraldista manchego Ramón José Maldonado. O escudo de Castilla-La Mancha, está baseado na bandeira da espanha. Artigo 1.º.- O brasão da Junta de Comunidades de Castilla-La Mancha é jogo.

No primeiro quartel, em campo de gules, um castelo de ouro almenado, aclarado de azur e mazonado de sable. O segundo quartel, em campo de argent ou prata. Várias instituições da Região adotaram esse escudo como fração de seus próprios emblemas, entre elas, figuram as Cortes de Castilla-La Mancha, o Conselho Consultivo e a universidade de Castilla-La Mancha. Embora o postagem cinco ° do Estatuto de Autonomia indica que a região terá um hino respectivo, nos dias de hoje, não se chegou a um acordo a respeito um hino apropriado pra comunidade.

  • Quatro Outros destinos
  • Que claro que uma banda como “Nosotrash” e a tua evolução com Popemas
  • Escolha Marcas que lhe agrade
  • 9 JUNHO ——– 1 MESES
  • Diz ser Xabina
  • 114 (conversa) 18:08 4 jun 2017 (UTC)
  • 2 Caça e comércio com os nativos

A comunidade autônoma, situada no centro da península ibérica, ocupando a maior quantidade da península ibérica sul. Está delimitada a sul do Sistema Central, com um relevo que se distingue por uma amplo diversidade topográfica, geológica, litológica e geomórfica. A comunidade é a terceira do Estado português, mais extensa, com uma área de 79 463 km2, o que representa 15,7 % do território nacional. Na região distinguem-se certamente dois tipos de relevo.

Por um lado, Planalto, uma vasto planície uniforme, com pouco relevo. Dentro desta uniformidade, o relevo mais considerável é o formado pelos Montes de Toledo, com alturas como As Villuercas (1601 m) e Rocigalgo (1447 m). Está dividida entre os vales do rio Tejo e do Guadiana.

Por outro lado, a zona mais montanhosa que circunda o Planalto e que serve de limite natural da comunidade. O nordeste se localiza o Sistema Ibérico, onde existe uma importante ação fluvial e além de tudo evidenciar, que deu espaço a lugares como a Cidade Encantada, os Becos Das Currais ou as Foices do Cabriel.